Seguidores

Recanto das letras

domingo, 26 de março de 2017

CORAÇÃO EXILADO!

Vi, quando arrancaste, o coração do peito,
Sangrava desolado, sem saber direito,
Qual crime, fora a ele imputado,
Se, a acusação seria, a de muito ter amado...

O julgaste e condenaste, a pena foi o exílio,
Não ouviste seus rogos, lhe negaste auxílio,
Rolou, por sarjetas sujas, solitário,
Por longo tempo, padeceu nesse calvário...

Já nada mais esperava, sofria em agonia,
Nesta noite chuvosa, a solidão mais lhe doía,
Como em sonho, teu chamado, ao longe ouvia,
E tua mão, o retirava da lama, o acolhia...

-Voltaste! Exclamou o coração choroso,
Prometo, não mais amar, errado de novo,
- A dor curou-me, aprendi por tanto sofrer,
Que, só vale a pena... Quando é mútuo o querer...


      Lani (Zilani Celia)

63 comentários:

  1. Um coração dolorido?
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
  2. Amor é coisa de dois... mas já amar é único!...
    Mais um trabalho lindíssimo, Zilani, que é um verdadeiro prazer descobrir, por aqui...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Beleza de poesia e reflexão dela... Pra valer ,o amor deve ser recíproco! Linda semana! bjs,chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia querida amiga, um coração sofrido ,assim é o amor quando não existe reciprocidade ,maravilhoso momento pleno de sentires ,desejo-lhe uma semana muito feliz beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  5. Zilani querida
    Amor que faz sangrar o coração não é amor
    Quando se ama verdadeiramente tudo é feito pela felicidade do nosso partner
    Poema belíssimo amiga mas pujante de dor e sofrimento
    Tenha uma semana iluminada
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Fantástico poema! O Amor faz-nos falta, sem amor não se vive. Linda reflexão. Amei

    Beijo e uma excelente semana

    ResponderExcluir
  7. Bella poesia y dolor verdadero del corazon, un abrazo desde Chile!!

    ResponderExcluir
  8. UFFFFF, ME AGONIZASTE!!!!
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  9. Forte e com uma conclusão linda e verdadeira!...
    O meu abraço

    ResponderExcluir
  10. Intenso. Doloroso. Mas com final feliz.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  11. A intensidade do amor só é válida quando recíproca; caso contrário é sofrimento, é cultivar a baixa estima... Como você narrou em seus sensíveis versos...
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Que coisa mais agonizante! É, amor só de um lado é pedir pra morrer...
    Belo, Zilani, como sempre são teus poemas.
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  13. Zilani
    Nem sabes escrever mal, portanto dizer: belo poema, torna-se redundante, digo assim: poetisa que tem poesia de amor no coração.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Pois é, Lani, é para isso também, que se presta a poesia; servem-se dela a poetisa, o poeta, para contar tantas desarrumações nas vidas de pessoas sofridas. Um belo poema. Parabéns.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá Zilani
    Lindo poema, bjs querida.

    ResponderExcluir
  16. Com os erros também se aprende!
    Excelente sensibilidade poética!
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Lindo poema, cara amiga Zilani. Um abraço. Tenha uma bela semana.

    ResponderExcluir
  18. Acontece muitas vezes...
    Ninguém comanda o coração e ele apaixona-se sem razão...
    Porém, importante foi ter aprendido com a decepção a
    ser mais cauteloso...
    Muito bem pensado e escrito com imensa sensibilidade.
    Beijinhos, estimada poetisa.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  19. O amor só funciona com dois. poema belo

    ResponderExcluir
  20. Linda poesia, Zilani!
    É verdade, quem ama quer ser amado de volta.

    ResponderExcluir
  21. Olá Zilani
    Muito verdadeiro, é uma lição que todos deveríamos
    perceber.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. um belo poema de um amor sofrido...amor não, paixão talvez que causa dor e desalento da ausência...
    um abraço

    ResponderExcluir
  23. Olá Zilani! Que estrofes tão ricas de musicalidade e expressão. Linda maneira de cantar o amor magoado, que felizmente aprendeu a lição que a mágoa lhe propiciou.
    Desejamos uma linda semana!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  24. OLá, Zilani!

    Infelizmente, sucede, algumas vezes, e quem sofre essas atitudes fica dilacerado/a, mas a vida tem de continuar, e preferencialmente, mudar, encontrar novo amor, que possa sarar aquele rude golpe. Este sentimento, o amor, tem de ser biunívoco. caso não, há mentiras, exílios, desilusões e mta frustração.

    Como sempre, uma temática real, bem pensada e organizada, mas tu já tens maestria mais que suficiente. PARABÉNS!

    Agradeço tua visita e sincero comentário. Então, o poema que recentemente postei foi dos mais lindos que já lá leste por lá? Mto bem! O "cliente" tem sempre razão. (rs).

    Beijos, menina e boa semana.

    ResponderExcluir
  25. Quando o coração dilacera por amar demais fica difícil fazê-lo se regenerar,mas com cuidado
    quem sabe um novo amor o fará bater novamente sem ficar ferido.
    Seus versos são de extrema sensibilidade Zilani.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  26. Pobre coração! Muitas vezes sujeitamo-lo a situações que só trazem dor.
    Mas procurar um novo amor é a solução e penso que a encontrou.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  27. Uma linda poesia que mostra que os erros, muito podem ensinar.
    Um abraço. Élys.

    ResponderExcluir
  28. Olá Zila, que lindos e doridos versos, mas o amor que causa dor não é amor. Mais uma linda obra prima da tua lavra.[Bjs!

    ResponderExcluir
  29. Olá. Parabéns gostei muito.

    Abc

    Wellington Maia

    ResponderExcluir
  30. O Amor é sentimento que se realiza em ambos os sentidos. Caminho de um sentido só, não junta nada nem ninguém.
    Poema belo, soberano...


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  31. Olá minha linda agradeço sua visita
    fiquei um pouco afastada mas aos poucos
    vamos retornando as visitas por aqui tudo
    continua uma verdadeira poesia bjussss
    Rita!!

    ResponderExcluir
  32. Olá Lani,

    Intenso e pleno de sentimento. Assim são os poemas que envolvem e tocam a alma do leitor.
    O coração nem sempre aprende com a dor e com a desilusão, embora se fortaleça com elas. Na verdade, ele nada pode prometer, pois, em matéria de amor, não está imune a escorregões-rs.
    Somente a reciprocidade pode fazer do amor um sentimento gratificante.
    Belíssimo!

    Ótimo final de semana!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  33. Olá, Lani
    Quantos corações sofridos por amor não correspondido!
    E, no entanto, o Amor é tão solitário...
    Como sempre... um excelente poema de Amor.

    Votos de um Domingo feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  34. Oi, Zilani! O único amor que é nosso é justamente o nosso. Penso que por isso temos lindos poemas de amor como essa e histórias também!
    Ótimo final de semana, beijos!

    ResponderExcluir
  35. Oi Zilani,

    o amor que dói, que sangra, sempre deixa marcas muito profundas. É dor que não se mede!
    Lindo e sensível seu poema. Grande abraço

    Leila Rodrigues

    ResponderExcluir
  36. Não sendo recíproco, o amor é uma perda de tempo.
    Mas nem sempre o coração obedece...
    Belo poema, gostei muito.
    Amiga Lani, tem um bom domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  37. É isso mesmo Zilani, só vale a pena quando os dois corações batem em sintonia.
    Belíssimo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  38. O coração teve que sofrer para aprender que o amor tem que estar em sintonia.

    Um beijinho Zilani e boa semana


    O Toque do coração

    ResponderExcluir
  39. Encantada com tua poesia, embora expresse um coração dolorido, magoado, ferido, mas toda a beleza de sentimentos, sintonia dos elementos poéticos, os quais compõem esta bela criação, essa riqueza de palavras que juntas nos encantam. Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  40. Aplaudir tão bela obra é o mínimo para te agradecer por tão bela emoção que senti ao ler, me emocionou muito, bjos

    ResponderExcluir
  41. Só para dizer, obrigado para a sua visita . Não sei criar poemas lindos mas também tenho a vontade de me exprimir na língua portuguesa
    bjos

    ResponderExcluir
  42. Retribuo a sua visita ao meu blog www.henriquepedro.blogspot.pt e fico muito agradado com tudo que aqui encontro. Obrigado. Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  43. Olá, querida Zilani!

    Tudo bem? Aqui, tudo satisfatório e ainda sem Primavera, verdadeiramente.

    Estive reparando na imagem, k escolheste para "casar" teu poema, e ela se alia mto bem com tuas palavras, k não são exiladas, não, mas bem em sua terra, Pátria.

    Mais um comentário, pensam, talvez, alguns, mas eu gosto de escrever, falar com as pessoas e não escrevo mais pke tenho k poupar minhas mãos, sobretudo a direita, k nunca mais ficou como dantes e a esquerda, caso não tenha cuidado, pode cair na mesma situação e tb o tempo escasseia, pke há vida profissional, graças a Deus, ativa.

    Agradeço tua passadinha por meu blog, tal como teus votos, que, duplamente retribuo.

    Beijos pra ti e tb para teu filho e netos. Boa semana e dias felizes, embora outonais.

    ResponderExcluir
  44. Tem de ser mútuo ... se não ... não resulta!
    gosto

    Bj
    http://asarteiricesdagracinha.blogspot.pt/
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/
    https://mgpl1957.blogspot.pt/
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  45. A gente sempre promete que não vai amar e sofrer....
    Infelizmente não temos o poder para cumprir.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  46. O poema é lindo, Zilani, e a reflexão é sensata... mas quem pode mandar no coração, não é? :) Boa semana, amiga!

    ResponderExcluir
  47. Oi Zilani,eu agradeço e fico profundamente feliz com sua visita no meu blog. Sou apenas uma aprendiz neste fantasioso universo da poesia e como você mesma disse, eu confesso ser encantada pelas metáforas. Aproveito a oportunidade parabenizando-a pelo seu blog e suas belas poesias. Saiba que será sempre bem-vinda! Abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  48. Que forte, Zilani. Forte, tocante e triste. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  49. Bom dia, querida Zilani
    Sim,é doloroso quando o amor não é correspondido.
    Linda poesia!
    Obrigada pela gentil visitinha.
    Fiquei feliz!
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  50. OLÁ, SOU SEU SEGUIDOR!

    MUTUO QUERER, NÃO É?

    ANDA MUITO DIFÍCIL!!!

    AGORA NO NOSSO BLOG HUMOR EM TEXTOS:


    DESEMPENHO SEXUAL ENTRE COMPANHEIRAS E COMPANHEIROS.A COBRA NÃO ESTÁ FUMANDO.
    VEJA A REALIDADE DOS FATOS NO NOSSO BLOG HUMOR EM TEXTOS.
    UM ABRAÇÃO CARIOCA

    ResponderExcluir
  51. Boa tarde, Zilani, ah! quanta dor neste coração exilado...
    Sempre há o sofrer por amor, no entanto quando a cumplicidade é presente aí tudo é mais
    lindo e fácil, mas no momento que um apenas ama, o outro padece. Seu poema é maravilhoso, nota máxima. Beijos!

    ResponderExcluir
  52. Olá lani, magnifica sua forma de expressão. A musica enfim tudo lindo e intenso. Parabens!!!

    Abc
    Wellington Maia
    oiniciodavirada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  53. Oi Zilani mais uma linda inspiração para este amor que luta para sobreviver
    Amor não rima com terror e há que haver cumplicidade para lindo viver.
    Voa coração com paz e alegria como deve ser.
    Um abração com carinho e boa semana amiga.

    ResponderExcluir
  54. Pobre coração. O exílio é lugar de tristeza.



    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  55. Gostei de reler este magnífico poema.
    Tem um bom fim de semana, amiga Zilani.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  56. ¡Hola, Zilani!!!

    Nos dejas un precioso y profundo poema: me encanta en contenido y forma, te admiro. ¡Ay las cosas del corazón!... El amor cuando se rompe, estalla el corazón en mil pedazos, mas esto no es para todos lo mismo, no todos amamos con esa intensidad. ¡Pero si, hay chicos/as jóvenes que hasta llegan al suicidio! Por no soportar una ruptura amorosa.
    ¡Y la verdad es que no se acaba en mundo, eh! Sobran amores por la vida. Pero si, los seres humanos todos tenemos diferentes maneras de pensar. Ha sido un inmenso placer pasar por esta tu casa y leerte.

    Te dejo mi gratitud y mi estima siempre

    ResponderExcluir
  57. Boa semana, Zilani; aguardo o próximo post.

    ResponderExcluir
  58. Boa semana, Zilani; aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
  59. Olá Zilani! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, assim como me deliciar com a leitura deste belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

    -Voltaste! Exclamou o coração choroso,
    Prometo, não mais amar, errado de novo,
    - A dor curou-me, aprendi por tanto sofrer,
    Que, só vale a pena... Quando é mútuo o querer...

    Abraços,

    Furtado

    ResponderExcluir
  60. Belíssima criação poética, Lani, bem expressiva do sofrimento por amor...
    Bj, querida

    ResponderExcluir
  61. Uma composição bela, com sentimentos doridos aflorados, a última estrofe expressa o que vemos com frequência, o amor unilateral, que na verdade não é amor.

    Feliz feriado com muita Paz.

    Bjs Lani!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.